Archive for November, 2005



A posição da comissão científica do DCE, como toda a gente compreenderá, não é um ataque à honra de ninguém, nem mesmo de quem possa considerar que reagir à nossa opinião é uma boa oportunidade para a exibição de credenciais. Nós fizemos (e continuaremos a fazer) perguntas, para as quais esperamos respostas e não tergiversações. […]

Seguem-se alguns comentários ao contributo da CC do DCE. Dividirei a minha resposta em duas partes porque entendo que são completamente distintas.
“Para que serve a UMa?“, “No caso de a UMa continuar a atrair candidatos…”
A posição do DCE propõe que a estratégia da UMa deverá passar pela manutenção do modelo profissionalizante apostando na “internacionalização” da […]

“Em defesa da honra”

Li com atenção o texto do DCE, “Dúvidas e perplexidades que a proposta do ‘grupo de Bolonha’ não esclarece”. Até agora, mantive-me à margem da vossa discussão, salvo um ou dois pequenos comentários a “posts” neste sítio. Limito-me a cumprir um contrato de consultoria muito aliciante que me foi proposto. A situação mudou agora, porque […]

Em resposta ao Prof. Lang

Caro Prof. Lang,
Certamente conhece um velho aforismo francês: “os bons espíritos encontram-se”. Apesar da nossa aparente divergência na nossa reunião, talvez não estejamos tão longe como se possa pensar. Desde logo, sinto-me feliz por lhe ter dado a conhecer a nova experiência pioneira da sua compatriota U. Konstanz.
Escreve o Prof. Lang (daqui em diante, todos […]



Observações sobre “Ensino Liberal”

Contributo

Antes de tudo, obrigado pela inspiração contagiante do documento Bolonha. Na leitura do mesmo senti-me um pouco como um testemunha de uma nova e melhor Pentecoste que soltou as línguas de seis homens e cinco mulheres. E a minha reacção é: Aleluia.
Tentei ser breve, não consegui em tudo, e mesmo assim náo evitei […]

Um contributo da comissão científica do DCE para a reflexão indispensável
1. A desnecessidade da lógica grandiloquente da “resposta aos grandes desafios”
A UMa não precisaria de uma “grande oportunidade” ou de um “grande desafio” para mudar. Bastaria tomar consciência da sua pequena dimensão e da sua inconcebível dispersão por 12 unidades orgânicas. Aliás, Bolonha só é […]